Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Zelador preso por beij4r à forç4 menino de 11 anos em escola de Manaus fez mais vítimas

Manaus – Novos relatos surgem em torno do chocante caso de abuso ocorrido na Escola Municipal Ivone Maria, localizada no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus. Mais crianças trouxeram à tona alegações contra o zelador, que não teve o nome divulgado, suspeito de envolvimento em atos inapropriados com um menino de 11 anos. De acordo com a delegada Joyce Coelho, responsável pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o suspeito supostamente adotava uma abordagem manipuladora, oferecendo dinheiro às crianças como meio de conquistar sua confiança. A delegada enfatizou que tais táticas são frequentemente usadas por abusadores para ganhar a simpatia das vítimas e confundir gentileza com ações libidinosas. Ao ser detido, o suspeito admitiu ter forçado um beijo no aluno de 11 anos no banheiro da escola. Entretanto, durante o interrogatório oficial, ele negou os acontecimentos. Joyce Coelho enfatizou que a investigação está se aprofundando, com dois inquéritos já em andamento para esclarecer as ações do zelador. O suspeito enfrentará acusações de estupro de vulnerável, um crime sério que é cometido contra pessoas incapazes de se defender, como crianças. Além das alegações contra o zelador, a escola em questão também está sob investigação. A diretora da instituição ficou sabendo do ocorrido através de uma professora mas não comunicou prontamente o assédio ao Conselho Tutelar ou à delegacia, o que levanta questionamentos sobre sua conduta e responsabilidade na proteção dos alunos. A mãe da vítima, cujo relato de assédio desencadeou a investigação, expressou sua revolta diante do ocorrido. O abuso deixou o filho abalado, levantando preocupações sobre seu bem-estar emocional e sua segurança na escola. O zelador foi detido na terça-feira (08) em outra escola, também na Zona Norte de Manaus, onde ele estava trabalhando. A notícia de sua prisão desencadeou uma série de novas denúncias por parte de outras mães, indicando que mais crianças foram vítimas das ações do suspeito.

Fonte: Portal Cm7

Outras notícias