Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Wilson Lima dá início ao ano letivo nas escolas estaduais e lança segunda fase do Novo Ensino Médio

Amazonas – Mais de 200 mil estudantes da rede estadual de ensino da capital amazonense retornaram às salas de aula, nesta segunda-feira (06). O governador Wilson Lima fez a abertura do ano letivo no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) João dos Santos Braga, bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus, unidade que passou por recente revitalização. Wilson Lima anunciou a expansão do ensino bilíngue para mais de 10 escolas no próximo ano e lançou a 2ª série do Novo Ensino Médio (NEM).

“A gente está implementando o novo Ensino Médio, uma parceria com o Cetam, com o Sebrae, para que vocês (alunos) tenham a oportunidade de ter acesso a conhecimentos tecnológicos, da ciência, da cultura, de questões voltadas à realidade do estado do Amazonas. Tudo isso para que vocês tenham condições de estarem no mercado de trabalho”, declarou o governador Wilson Lima.

Estiveram presentes na solenidade, além do governador e da secretária de Estado da Educação e Desporto, Kuka Chaves, os deputados estaduais Roberto Cidade, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), e João Luiz; e a vereadora Professora Jaqueline, da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

O tema do ano letivo em 2023 é “Reflexões sobre Currículo, Aprendizagem, Avaliação e Saberes”, voltado para ações da melhoria do ensino, dos índices educacionais e da prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que será realizada pelos alunos dos 5° e 9° do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio neste ano; a qual compõe a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Teremos muitas novidades na rede, teremos muitos programas educacionais na parte de tecnologia e este será um ano de prova de avaliação, um ano de prova Saeb, que mede nossos índices e a equipe está toda pronta”, afirmou a secretária Kuka Chaves.

Ceti João Braga

O Ceti, onde foi realizada a abertura do ano letivo da capital, oferece o ensino bilíngue português-espanhol e conta com 969 estudantes matriculados dos Anos Finais do Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) ao Ensino Médio. A unidade de ensino possui 24 salas, piscina semiolímpica, laboratórios Maker, de informática, Ciências, Biologia e Física, salas de dança, artes plásticas, música e outras dependências necessárias ao funcionamento de uma escola de tempo integral.

Inaugurada em 2010, a unidade de ensino foi uma das primeiras a possuir a estrutura de Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) e foi revitalizada na gestão do governador Wilson Lima em 2022, recebendo melhorias na estrutura e intervenções na pintura, hidráulica e elétrica.

Novo Ensino Médio

Durante a abertura do ano letivo, o governador Wilson Lima lançou a segunda etapa do Novo Ensino Médio (NEM), que entrou em vigor nas escolas brasileiras, em 2022, para os alunos da 1ª série. Este ano, os estudantes da 2ª série do Ensino Médio entram em uma nova fase, onde, a partir de agora, também terão disciplinas focadas em projeto, tecnologias e outras habilidades.

Desta forma, o aluno poderá estudar todos os conhecimentos imprescindíveis para a vida em sociedade e, ainda, sairá do Ensino Médio mais preparado para o mercado de trabalho. A previsão do Governo Federal é de que, até 2024, o novo formato de educação seja aplicado em todo o país.

Adrya Rebeca, 16 anos, é aluna do 2º ano e diz que a nova fase do Ensino Médio, com foco também em disciplina de tecnologia, deixou a rotina na sala de aula mais interativa. “A nova matéria, que é cultura digital, foi aplicada ano passado e foi muito boa. A tecnologia não é só o que a gente conhece. A gente usa tecnologia em sala de aula para fazer trabalhos. E ela pode ser usada para diversão dentro de sala de aula pra implementar trabalhos, jogos interativos e tudo”, comentou.

Ensino Bilíngue

Outra novidade anunciada pelo governador Wilson Lima é a expansão da Educação Bilíngue na capital e no interior do estado. Por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, estima-se que, até 2024, a rede estadual de ensino deverá inserir a Educação em Tempo Integral Bilíngue no Amazonas em, pelo menos, 10 unidades de ensino da rede pública estadual.

A expansão de escolas bilíngues busca proporcionar o acesso e o aprendizado de outro idioma, culturas e fortalecer a formação do estudante no âmbito pessoal, acadêmico e profissional.

Atualmente, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto atende com a Educação Bilíngue nove escolas com os seguintes idiomas: Inglês, Espanhol, Francês, Japonês, uma escola indígena (Tukano), alcançando, aproximadamente, 5,5 mil estudantes.

 

FONTE: PORTAL CM7

Outras notícias