Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Aeroporto Internacional de Manaus. — Foto: Hariel Fontenelle/g1

Voo para o Pará é obrigado a retornar a Manaus devido à presença de fumaça

Fumaça proveniente de queimadas no Amazonas e no Pará causa transtornos em voo da Azul

No último domingo (19), um voo da companhia aérea Azul, que saiu de Manaus com destino a Itaituba, no Pará, teve que retornar à capital amazonense devido à fumaça que encobria parte da região. A situação foi causada pelos diversos focos de queimadas registrados nos estados nos últimos dias.

A Azul informou que os passageiros estão recebendo toda a assistência necessária e estão sendo reacomodados em outros voos da empresa. A fumaça proveniente das queimadas tem incomodado a população de Manaus e de outros municípios do interior, e imagens de satélites monitoradas por instituições nacionais e internacionais apontam que sua origem está no oeste do Pará e na Região Metropolitana de Manaus.

Nos últimos dois dias, foram registrados 334 focos de queimadas no Pará e 125 no Amazonas, sendo 24 na Região Metropolitana de Manaus. As imagens do satélite GOES-16, fornecidas pela NOAA e analisadas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), mostram que Manaus ainda está sob pressão do acúmulo de fumaça dessas localidades nos últimos dois dias.

O acúmulo de material particulado suspensa na região é resultado do calor intenso e da falta de chuvas causados pelo fenômeno El Niño. Essas condições dificultam a dispersão das partículas de fumaça, fazendo com que fiquem suspensas por mais tempo no ar. A situação preocupa as autoridades e a população, que esperam por medidas efetivas para o combate às queimadas e a melhora da qualidade do ar nas regiões afetadas.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/21/fumaca-faz-voo-com-destino-ao-para-retornar-para-manaus.ghtml

Outras notícias