Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Rio que corta Porto Amazonas chega a 7 metros e prefeitura decreta situação de emergência

O município de Porto Amazonas, localizado nos Campos Gerais, declarou estado de emergência nesta quinta-feira (12) devido às consequências das chuvas na região.

A declaração de estado de emergência possibilita à administração municipal acionar recursos e executar ações com menos obstáculos burocráticos, visando mitigar os prejuízos causados.

De acordo com informações da prefeitura, o Rio Iguaçu, que atravessa o município, alcançou a marca de 7,17 metros nesta quinta-feira. O nível normal do rio é de pouco mais de um metro e meio.

Devido à enchente, várias propriedades, incluindo uma igreja, foram inundadas. Em algumas áreas da cidade, os moradores precisaram utilizar barcos como meio de transporte.

Conforme dados da prefeitura, aproximadamente 300 pessoas foram afetadas até o momento pelos impactos das inundações.

De acordo com o decreto emitido pela prefeitura, a expectativa é que o Rio Iguaçu continue subindo pelos próximos 15 dias.

Essa situação gera preocupação adicional devido ao potencial surto de doenças, como a leptospirose, que pode ocorrer em áreas afetadas por enchentes e inundações.

É fundamental tomar medidas de precaução e atenção à saúde da população nessas circunstâncias.

Os danos causados pelas chuvas no Paraná são significativos. De acordo com a Defesa Civil, desde o início de outubro, mais de 39 mil pessoas foram afetadas no estado.

Até a quinta-feira, havia 3.770 pessoas desabrigadas e 3.116 pessoas desalojadas, destacando a necessidade de assistência e apoio para as vítimas das enchentes e inundações.

Outras notícias