Porto de Manaus e Manaus Moderna em 16 de outubro de 2023, data em que o Rio Negro atingiu a maior seca em 121 anos. — Foto: William Duarte/Rede Amazônica

Rio Negro em Manaus registra elevação de 24 centímetros em apenas quatro dias

O Rio Negro, em Manaus, finalmente apresentou sinais de recuperação após nove dias de instabilidade causada por uma vazante histórica. Segundo dados do Porto da capital, responsável por monitorar o nível das águas, o rio subiu 24 centímetros em apenas quatro dias.

No ano de 2023, a região viveu a pior seca dos últimos 120 anos, causando sérios problemas para as comunidades rurais, o fechamento de escolas e alterando drasticamente a paisagem da cidade, localizada às margens do rio.

Foram mais de 130 dias de vazante, mas no dia 28 de outubro o Rio Negro começou a subir novamente, registrando um aumento de 44 centímetros até o dia 7 deste mês.

Entretanto, a partir do dia 8 ocorreu uma nova descida, conhecida como “repiquete”, caracterizada pelos movimentos oscilatórios das águas. Durante nove dias, o Rio Negro baixou 26 centímetros.

No entanto, na última sexta-feira (17), o rio permaneceu estável, não apresentando variações significativas. A situação mudou no sábado (18), quando o Porto registrou um novo aumento no nível das águas.

Desde então, o rio vem apresentando a seguinte evolução:

– Aumento de 2 centímetros no dia 18 de novembro;
– Aumento de 5 centímetros no dia 19 de novembro;
– Aumento de 8 centímetros no dia 20 de novembro;
– Aumento de 9 centímetros no dia 21 de novembro.

Esses novos registros de aumento do Rio Negro trazem um alívio para a região, sinalizando uma possível recuperação dos níveis de água e amenizando os impactos causados pela longa estiagem.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/21/em-manaus-rio-negro-sobe-24-centimetros-em-quatro-dias.ghtml

Outras notícias