fbpx
Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Professor de Tefé afirma que vítima teria que perdoá-lo para não ir para o inferno

Na cidade de Tefé, a Delegacia Especializada de Polícia (DEP) anunciou a realização bem-sucedida da Operação Sísifo, desenvolvida entre o último domingo (7) e segunda-feira (8). Essa ação estratégica conseguiu efetuar a prisão de três indivíduos, com idades de 27, 55 e 60 anos, pelos atos de estupro de vulnerável, cometidos em diferentes momentos na referida localidade.

Segundo revelou a delegada Nathalia Oliveira, responsável pela DEP de Tefé, um dos detidos, de 55 anos, já enfrenta acusações por ter cometido estupro contra nove alunas, em períodos anteriores, enquanto atuava como professor em uma estabelecimento público de ensino da região. “No decorrer dessa investigação, fomos surpreendidos pela coragem de outras duas vítimas que se apresentaram na delegacia, relatando que, durante a infância, também foram abusadas sexualmente pelo mesmo homem. Uma delas chegou a compartilhar que sofreu pressão psicológica, sendo coagida a perdoá-lo sob ameaça de condenação ao inferno”, detalhou Oliveira.

Além disso, outro mandado de prisão foi emitido contra um homem de 27 anos, acusado de agredir sexualmente uma jovem vizinha de apenas 12 anos. Paralelamente, o terceiro envolvido, de 60 anos, foi preso sob a acusação de molestar uma criança de apenas quatro anos, fato esse confirmado pela pequena vítima ao seu pai, que prontamente reportou o delito às autoridades competentes, registrando um Boletim de Ocorrência.

A escolha do nome ‘Sísifo’ para a operação faz uma analogia ao esforço constante e sem fim enfrentado pela Polícia Civil na sua luta incansável contra a criminalidade, explicou a delegada. Os indivíduos capturados estão agora à mercê do sistema judiciário, respondendo pelo crime de estupro de vulnerável.

Este caso, segundo informações fornecidas pela própria Polícia Civil do Amazonas, reafirma o compromisso das autoridades em proteger os mais vulneráveis e em perseguir incessantemente aqueles que cometem tais violações no tecido social.

Fonte: https://portalmanausalerta.com.br/tefe-professor-que-estuprou-aluna-disse-que-vitima-tinha-que-perdoar-ele-senao-ela-iria-para-o-inferno/

Outras notícias