Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Prefeito de Iranduba é acusado de roubo de alegorias de Escolas de Samba de Manaus

Em Manaus, a indignação toma conta dos funcionários das escolas de samba do Amazonas, devido ao evidente roubo de alegorias na avenida Alameda do Samba, localizada no bairro do Alvorada, na zona centro-oeste da cidade.

O caso chocou os residentes da região que perceberam a remoção não autorizada dos objetos, usados pelas escolas de samba durante o carnaval de 2024. Imagens que circulam na Internet – capturadas pelos profissionais das escolas de samba – mostram um indivíduo identificado como “Professor Marcelo” coordenando a desmontagem dos artigos dos carros alegóricos e tripés da Escola de Samba Vila da Barra.

Com o auxílio de um caminhão, estes bens foram sendo retirados sob a vigilância de um veículo oficial da Prefeitura de Iranduba, que foi documentado pelo funcionário que filmava toda a sequência.

Informações disponíveis mostram que o Professor Marcelo tem um contrato estabelecido diretamente com a prefeitura de Iranduba. O prefeito, Augusto Ferraz, contrata-o para o fornecimento de palcos e decoração para eventos na cidade. No entanto, isso é ainda mais preocupante considerando a situação financeira do município. Funcionários das áreas de saúde e educação estão sem receber seus direitos, incluindo o 13º salário.

Na realidade, enquanto as contas municipais têm dificuldade em cumprir com obrigações básicas, como salários dos funcionários, a administração de Augusto Ferraz recebe críticas. As prioridades parecem estar em investimentos questionáveis e na aparente conivência com ações criminosas. Um exemplo notório é o desvio de itens do carnaval de Manaus para embelezar o carnaval em Iranduba.

Até o momento, não há confirmação se os representantes da Escola de Samba Vila da Barra formalizaram um Boletim de Ocorrência sobre o roubo dos itens. Em qualquer caso, se confirmada, tal conduta do prefeito de Iranduba merece denúncia da população e das instituições responsáveis. Usar itens roubados em benefício próprio, e inclusive incentivar tal ação, além de ser crime, demonstra uma conduta inadequada para a posição que ocupa.

Confira o vídeo gravado:

[wpvideo video-337959-4 preload=”metadata” controls=”controls”]

Fonte: https://cm7brasil.com/noticias/politica/prefeito-de-iranduba-e-acusado-de-envolvimento-em-roubo-de-alegorias-de-escolas-de-samba-de-manaus-veja/

Outras notícias