fbpx
Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Marcelo Ramos é o único nome escolhido pela Federação para disputar a prefeitura de Manaus

Na capital do Amazonas, Manaus, uma significativa novidade política emergiu na tarde de terça-feira. A Federação Brasil da Esperança, composta pelo PT, PCdoB e PV, declarou unicamente a Marcelo Ramos, do PT, como o pré-candidato a prefeito da cidade. Essa proclamação, emanada de uma assembleia online, finalizou um período de disputas intrapartidárias que chegou a incluir Eron Bezerra, ex-deputado estadual, como um dos participantes, apesar de ele ter mantido sua pré-candidatura mesmo diante da retirada de outros participantes do processo.

O itinerário até essa decisão passou por mais de runas imbuídas de diálogos constantes e sábias negociações federativas. Esses três meses foram marcados por rivalidades dentro do espectro da esquerda amazonense, exacerbadas tanto por divergências internas quanto por pressões federativas. A escolha de Marcelo Ramos, favorecida em detrimento de Anne Moura, foi um ponto de discórdia, especialmente com Eron Bezerra mantendo firme sua intenção de concorrer pela chave da cidade de Manaus sob a bandeira da federação, salientando desacordos significativos com Ramos.

Marcelo Ramos, distante das lides políticas manauaras desde o pleito de 2022, foi escolhido diretamente pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, solidificando sua pré-candidatura como um eixo vital da estratégia partidária nacional. Esse respaldo contou, adicionalmente, com o apoio de Gleisi Hoffmann, presidenta do partido. A despeito dessa decisão nacional, a coesão faltava nos níveis locais dos partidos envolvidos, o que trouxe à centralização da decisão nas mãos da diretoria nacional da federação.

Agora, com Ramos firmado como pré-candidato, vislumbra-se um caminho para a unidade das esquerdas em Manaus, atraindo entidades como PSol, Rede, PSD e MDB para a confraternização política. Em um movimento de reflexão e gratidão, Marcelo Ramos divulgou um vídeo agradecendo aos dirigentes da Federação pela confiança depositada em sua candidatura, e sua equipe reporta que ele já partiu para Brasília com objetivos de alinhar as estratégias futuras.

No mês de maio, a decisão estava subdividida entre os membros da Federação Brasil da Esperança quando discutiam a escolha da pré-candidatura para a prefeitura de Manaus. A divisão entre Marcelo Ramos, apoiado pelo PT e PV, e Eron Bezerra, escolhido pelo PCdoB, provocou um verdadeiro estaleiro onde a unanimidade era primordial, mas longe de ser alcançada. Assim, coube à diretoria nacional unir os desvãos e conduzir o destino com uma resolução decisiva.

Para quem acompanha as novidades do poder executivo local e os movimentos políticos que desenham o futuro de Manaus, essa narrativa marca um capítulo intrigante na conjuntura política da região, prometendo novos episódios de alianças e estratégias na busca pelo comando da Prefeitura de Manaus.

Para mais informações, mantenha-se atualizado:

– Impactos da Reforma Tributária em seis setores econômicos no Estado do Amazonas

Junte-se a nós no WhatsApp para receber notícias diretamente: [Clique aqui](https://cutt.ly/96sGWrb) para entrar no grupo.

Fonte: https://portaltucuma.com.br/marcelo-ramos-nome-para-prefeitura-federacao-rl10/

Outras notícias