Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Acidente ponto de ônibus em Manaus — Foto: Nainy Castelo Branco/Rede Amazônica

Jovem acusado de atropelamento fatal em ponto de ônibus em Manaus se torna réu

Jovem acusado de atropelar e matar mulher em ponto de ônibus em Manaus vira réu segundo a Justiça estadual

A Justiça estadual do Amazonas aceitou a denúncia do Ministério Público (MP-AM) contra o jovem de 22 anos que atropelou e causou a morte da auxiliar de serviços gerais Andréia Trindade, de 46 anos, em um ponto de ônibus na Zona Oeste de Manaus. Com isso, o acusado agora irá responder pelo crime de homicídio culposo, caracterizado pela falta de intenção de matar.

O trágico incidente ocorreu no dia 26 de dezembro de 2022, resultando no óbito imediato da vítima.

Um mês após a ocorrido, o MP solicitou a condenação do jovem, argumentando que ele deveria ser responsabilizado pelo homicídio culposo, além de ser enquadrado no crime agravante de omissão de socorro, segundo a promotora Maria Eunice Bittencourt.

Nesta quinta-feira (26), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) confirmou que a denúncia do MP foi aceita pela Vara Especializada de Crimes de Trânsito da Comarca de Manaus. O órgão destacou em comunicado que o réu será intimado para apresentar sua defesa por escrito.

De acordo com informações do TJAM, a Vara irá marcar uma audiência de instrução e julgamento para garantir o devido andamento do processo.

Relembrando o trágico atropelamento, ocorreu em dezembro do ano passado, quando a picape conduzida pelo jovem invadiu o ponto de ônibus localizado na Avenida Coronel Teixeira, próximo ao bairro Santo Agostinho, na Zona Oeste de Manaus. Andréia Trindade, que aguardava o ônibus para ir ao trabalho, foi atingida pelo veículo e arremessada contra um poste.

No momento do acidente, a vítima estava acompanhada do marido. Ambos haviam estacionado uma motocicleta do outro lado da avenida e atravessado a via para que a mulher pudesse aguardar o transporte coletivo. Infelizmente, a picape invadiu a parada, resultando na morte instantânea de Andréia Trindade.

Agora, com a aceitação da denúncia pela Justiça, o processo seguirá seu curso buscando uma punição justa para o responsável pelo trágico atropelamento.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/26/jovem-que-atropelou-e-matou-mulher-em-ponto-de-onibus-em-manaus-vira-reu.ghtml

Outras notícias