Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Amazonas está em emergência ambiental por conta de queimadas. — Foto: William Duarte/Rede Amazônica

Ibama realiza perícias em incêndios na região amazônica, conforme declarado pelo órgão

Grave crise ambiental no Amazonas: Ibama realiza perícias em locais de incêndios florestais

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou nesta segunda-feira (6) que está realizando perícias nos locais onde ocorreram os incêndios florestais no Amazonas. Somente no mês de outubro, o estado registrou quase 4 mil focos de calor, o pior índice dos últimos 25 anos, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Além das queimadas, o Amazonas enfrenta um outro problema grave: a fumaça. O fenômeno tem atingido a cidade de Manaus de forma intensa, com a qualidade do ar sendo classificada como péssima. A capital do estado já está coberta pela fumaça há oito dias consecutivos.

Outra consequência das queimadas é a seca severa dos rios, afetando mais de 600 mil pessoas em todos os municípios do estado, que estão em situação de emergência.

O Ibama está realizando perícias nos locais dos incêndios para identificar as suas causas. As informações coletadas serão enviadas aos órgãos competentes para que seja instaurada uma investigação, a fim de apurar as responsabilidades.

O instituto também está atuando para extinguir o fogo e combater a fumaça em Manaus e outras localidades, tanto no Amazonas quanto no estado vizinho, Pará. Essa declaração foi feita após o governo amazonense atribuir o fenômeno às queimadas no estado vizinho.

O secretário de meio ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira, afirmou que a situação de fumaça deve continuar até dezembro, devido a um conjunto de problemas ambientais exacerbados pelo fenômeno El Niño. Segundo ele, a falta de chuvas e o clima seco têm contribuído para o agravamento da situação.

Enquanto isso, o Ibama começou a oferecer nesta segunda-feira (6) um curso de brigada para a população das cidades de Autazes, Careiro da Várzea, Careiro, Iranduba e Manaquiri. O curso é promovido pelo Prevfogo, com o apoio das prefeituras, e disponibilizou cerca de 60 vagas, sendo 15 para cada cidade. A iniciativa visa capacitar os moradores a auxiliar no combate aos incêndios florestais.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/06/ibama-diz-que-realiza-pericias-em-queimadas-no-amazonas.ghtml

Outras notícias