Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Fernanda Gentil é diagnosticada com paralisia de Bell; entenda o que é

A conceituada comunicadora brasileira, Fernanda Gentil revelou aos seus seguidores nas redes sociais que foi acometida com a paralisia de Bell, um problema de saúde que provoca paralisia nos músculos de um lado da face. As primeiras manifestações da condição se apresentaram logo após o término do Carnaval, durante uma visita ao aeroporto para pegar seu filho. Gentil relatou experimentar uma estranha sensação de dormência na boca.

“Gentilmente percebi, quando o peguei no aeroporto. Óbvio que, ao vê-lo, o agarrei, abracei forte, depositei muitos beijos nele e notei que minha boca ficou meio dormente”, disse Gentil, detalhando a situação. As revelações foram feitas em um vídeo, publicado em seu canal oficial no YouTube, no último sábado (24).

Na data seguinte à chegada do filho, em 16 de Fevereiro, Gentil notou a repetição dos sintomas estranhos. “Chegou a sexta-feira, eu tinha uma agenda trabalhosa, estava com a mente ocupada. Entre um encontro e outro, fui visitar meus afilhados. Lá, novamente com crianças. Beijando aqui. Beijando ali. Sentindo um estranho desconforto na boca novamente, pensei: ‘Isso está realmente estranho, não pode ser normal'”, recordou a jornalista.

Em casa, ao fazer movimentos com a face, Gentil identificou que os músculos de um lado do rosto não estavam respondendo adequadamente, levando-a a procurar assistência médica. Após consulta virtual com um profissional de saúde, que descartou a possibilidade de um AVC ou tumor, Fernanda foi encaminhada a um neurologista, que diagnosticou a paralisia de Bell.

Fernanda Gentil ficou surpresa com o diagnóstico, especialmente pela causa incerta da paralisia de Bell. “Inicialmente, não parece ser nada grave. Ele me diagnosticou com paralisia de Bell, uma paralisia parcial do rosto. A dura notícia é que não existe um claro consenso sobre o que possa causar isso”, explicou a jornalista.

Gentil está atualmente em tratamento com corticoides e medicamentos antivirais, além de realizar sessões de fisioterapia. No entanto, os movimentos faciais continuam comprometidos. A comunicadora frisou sua insegurança em relação às possíveis sequelas permanentes que pode sofrer.

A paralisia de Bell, também chamada de paralisia facial periférica, é marcada pela paralisia em um dos lados do rosto. Entre os sintomas mais comuns estão a incapacidade de fechar os olhos, a perda do sulco nasolabial e o desvio da rima bucal. Alguns fatores de risco associados a paralisia de Bell incluem a hipertensão arterial, diabetes, gravidez e a infecção pelo vírus do herpes do tipo I. Embora seja comum a recuperação em algumas semanas, a condição pode deixar sequelas.

Fonte: https://cm7brasil.com/entretenimento/famosos/jornalista-fernanda-gentil-e-diagnosticada-com-paralisia-de-bell-saiba-o-que-e/

Outras notícias