Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Edisandro de Jesus da Costa foi condenado por matar Édrica Moreira em Belém no Pará — Foto: Reprodução

Ex-sargento condenado por feminicídio é procurado pela polícia em Manaus

Procurado: Ex-sargento do Exército condenado pela morte da ex-namorada é alvo de busca em Manaus

Manaus, a capital do Amazonas, encontra-se sob intensa procura pelo foragido Edisandro de Jesus da Costa, ex-sargento do Exército, de 34 anos. O motivo para tal busca é a condenação do indivíduo pelo assassinato de sua ex-namorada, Édrica Moreira, de apenas 19 anos. O crime hediondo ocorreu no dia 11 de novembro de 2021, na cidade de Belém, capital do Pará.

Após serem informadas sobre a possível localização de Edisandro em Manaus, as autoridades da Polícia Civil do Pará solicitaram o apoio da Polícia Civil do Amazonas para efetuar a prisão do condenado. Tal solicitação se deu em virtude do mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário do Pará.

O crime que chocou a população foi cometido em uma lanchonete, onde Édrica se encontrava com uma amiga. Ela foi atingida por três tiros, enquanto sua amiga também foi ferida. Ambas foram prontamente socorridas e encaminhadas a uma unidade hospitalar. Infelizmente, Édrica não resistiu aos ferimentos e veio a falecer três dias após o ocorrido.

No dia 31 de outubro, o homem foi condenado pela justiça paraense a cumprir uma pena de 15 anos, 7 meses e 15 dias de prisão pelo assassinato de Édrica. Além disso, ele também recebeu uma pena adicional de 3 meses de detenção pela tentativa de homicídio contra a amiga da vítima.

A família de Édrica revelou que o relacionamento entre ela e Edisandro durou apenas quatro meses, mas que durante esse curto período o ex-sargento apresentava comportamento extremamente violento, chegando até mesmo a ameaçar toda a família de morte.

Já a amiga de Édrica, que também foi alvo dos disparos efetuados por Edisandro, relatou que ele chegou a oferecer uma quantia de R$ 500 para convencê-la a convencer Édrica a reatar o relacionamento. O término do namoro ocorreu em 28 de outubro de 2021, e o crime foi cometido pouco tempo depois, em 11 de novembro.

A amiga da vítima também afirmou que havia uma segunda pessoa envolvida no crime, descrevendo que uma pessoa com capuz saiu do carro utilizado no suposto assalto. Essa pessoa anunciou o assalto, e Édrica chegou a entregar seu celular. No entanto, o homem não levou o aparelho e atirou contra a amiga de Édrica, para em seguida disparar quatro vezes contra a própria vítima. Edisandro admitiu ter alugado o carro utilizado na cena do crime.

Aqueles que possuírem informações sobre o paradeiro de Edisandro de Jesus da Costa podem entrar em contato com o disque-denúncia do 1° Distrito Integrado de Polícia pelo número (92) 98503-8913 ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). É importante ressaltar que a identidade do informante será mantida em total sigilo, garantindo a segurança e o anonimato daqueles que colaborarem com as autoridades na captura do foragido.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/12/12/policia-em-manaus-procura-ex-sargento-condenado-por-matar-ex-namorada-em-belem.ghtml

Outras notícias