Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

“Encomenda do bagulho”: mais de 3 mil comprimidos de ecstasy vieram de Santa Catarina para Manaus

Manaus – Em uma operação de fiscalização da Receita Federal, mais de 3.200 comprimidos de ecstasy foram apreendidos em uma encomenda dos Correios que acabara de chegar de Santa Catarina. A droga estava escondida dentro de uma caixa de sapatos e tinha como destino a capital. A descoberta do material suspeito foi possível graças aos cães farejadores Odin e Deco, que identificaram o odor da substância ilícita. Posteriormente, a encomenda foi submetida ao escâner, confirmando a presença dos comprimidos. Segundo informações fornecidas pela Receita Federal, a quantidade total de ecstasy apreendido pesava cerca de 1,2 kg e tinha um valor estimado em R$ 150 mil. A origem da droga foi identificada como sendo Biguaçu, município de Santa Catarina, reforçando a intensificação do tráfico de entorpecentes no país. As autoridades suspeitam que o carregamento seria distribuído na capital, ressaltando a necessidade de ações efetivas de combate ao tráfico de drogas em todo o território nacional. Os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil desempenham um papel fundamental no combate a diversos crimes, como contrabando, descaminho, evasão de divisas e tráfico internacional de drogas e armas. Atuando nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos, esses profissionais são a linha de frente na proteção da sociedade e do Estado, garantindo a segurança e a ordem no país. A apreensão dos mais de 3.200 comprimidos de ecstasy é mais um exemplo do trabalho incansável realizado pela Receita Federal na luta contra o tráfico de drogas. A efetividade dessas ações demonstra o compromisso em enfrentar os crimes transfronteiriços e manter a integridade da sociedade brasileira. O resultado positivo dessa operação reforça a importância da atuação conjunta das autoridades para combater o tráfico e coibir a entrada e distribuição de entorpecentes em todo o território nacional.

Fonte: Portal Cm7

Outras notícias