Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Empate no clássico entre Fluminense e Vasco é marcado por polêmicas arbitragem

Na última quarta-feira (14), na oitava rodada do Campeonato Carioca, Fluminense e Vasco ficaram empatados sem nenhum gol, numa partida que prometeu e teve confusões, levando um jogador de cada time, Medel do Vasco e Thiago Santos do Fluminense, a serem expulsos no segundo tempo. Para adicionar mais calor ao fogo, um gol do Vasco marcado por David em uma jogada de Paulo Henrique, no começo da segunda etapa, foi anulado em campo e posteriormente pelo VAR, devido a uma disputa de posição que não deixou claro se o jogador do Vasco estava em campo defensivo ou ofensivo.

Houve ainda uma suposta mão de Germán Cano no fim do segundo tempo, avaliada pelo árbitro por meio do vídeo, mas considerada não merecedora de penalização. Esse empate deixa o Vasco fora do G4 do Campeonato Carioca, com apenas 13 pontos, enquanto o Fluminense continua na ponta com 18 pontos. No entanto, o Flamengo ainda pode ultrapassá-los, pois joga com o Bangu na quinta-feira (15).

Na primeira metade do clássico, o Vasco mostrou seu valor, mesmo que com poucas oportunidades claras. Em uma delas, houve quase uma falha fatal para o Fluminense quando Léo desviou uma falta cobrada por Payet, mas a bola bateu na parte superior da trave. O Fluminense teve suas oportunidades, com Arías, que golpeou para as redes após um passe de Renato Augusto, mas foi bloqueado pelo goleiro adversário. Mesmo com algumas tentativas de Cano para o Vasco, a defesa se manteve forte.

A arbitragem também teve seus momentos de tensão. O árbitro Bruno Mota Ribeiro, inverteu algumas faltas e foi criticado por ambos os lados. A torcida do Vasco alegou um pênalti de Felipe Melo em Paulo Henrique, enquanto a torcida do Fluminense reclamou das entradas mais fortes pelos jogadores do Vasco. Apesar de uma revisão do VAR sobre uma penalidade potencial para o Vasco, nenhuma penalidade foi concedida.

A confusão continuou no segundo tempo, com Bruno Mota Ribeiro lutando para controlar o jogo. Em certo ponto, Medel do Vasco e Thiago Santos do Fluminense, foram expulsos, aumentando a tensão do jogo. O técnico do Fluminense, Fernando Diniz, foi expulso diretamente fora de campo após severas críticas à arbitragem.

No final da partida, o VAR novamente chamou a atenção quando sugeriu um possível toque de mão de Cano, mas o árbitro rejeitou a reivindicação. Apesar das mudanças estratégicas do técnico Diniz, o Vasco encontrou uma renovada energia inicial no segundo tempo, mas todas as chances foram bem defendidas.

Por último, é importante notar as condições do campo de jogo. O Maracanã, que estava fechado por mais de 50 dias e teve poucos jogos este ano, apresentou condições de jogo adequadas.

As informações foram fornecidas por De Olho no Lance.

Fonte: https://cm7brasil.com/esportes/fluminense-e-vasco-empatam-em-classico-protagonizado-pela-arbitragem/

Outras notícias