Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Deputado Amom Mandel questiona solução à Zona Franca de Manaus e fica sem resposta

Amazonas – O deputado Amom Mandel (Cidadania – AM) provocou nesta quarta-feira (8) o secretário especial da Reforma Tributária, Bernard Appy, vinculado ao Ministério da Fazenda, sobre o impacto da proposta nos empregos do Amazonas. O parlamentar quer saber se o governo considera uma alternativa à geração de renda proporcionada pela Zona Franca de Manaus.

A ideia de Appy é uniformizar a tributação sobre a produção e o consumo e acabar com subsídios e regimes especiais, como o da Zona Franca. Mandel questionou o secretário em evento da série “Brasil em Debate”, promovido pelo movimento RenovaBR. 

“Ele estava praticamente dando fim a ZFM e aí a minha pergunta iniciou da seguinte forma: ‘eu quero saber se você tem autorização para contradizer o Presidente da República e o vice-presidente?’, porque o Lula assumiu um compromisso de campanha de não mexer com a Zona Franca de Manaus”, disse o deputado, que relatou à coluna que Geraldo Alckmin reforçou nesta semana o compromisso com a ZFM em uma reunião da Frente Parlamentar do Empreendedorismo. 

O deputado escutou que o governo tem uma alternativa, sem saber qual seria a nova possibilidade. Depois da palestra, o parlamentar abordou novamente o secretário. 

“Ele me respondeu que não, ele não tem autorização para contradizer o presidente, mas que o que ele estava dizendo não era uma aberração porque de fato eles têm uma preocupação com a Zona Franca de Manaus, e que eles tinham uma alternativa, mas ele não me falou qual era essa alternativa”, contou Mandel. 

“[A reforma] dificultaria o cumprimento da proposta de campanha do presidente Lula de desmatamento zero. Nós temos algumas centenas de milhares de pessoas que dependem disso para pôr comida na mesa, tanto direta como indiretamente, e essas pessoas não teriam outra alternativa para se sustentar, senão recorrer ao extrativismo e coisas do tipo”, seguiu o deputado que, apesar de favorável ao mercado de carbono, avalia como insuficiente para suprir os empregos da Zona Franca. 

Amom Mandel confirmou nesta quinta-feira (9) uma reunião com o secretário Bernard Appy para a manhã da próxima quarta, 15. O encontro pode contar com a presença de outros parlamentares da bancada do Amazonas.

Fonte: Portal Cm7

Outras notícias