Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Foto: divulgação

Construtoras firmam parceria com Governo do Amazonas para impulsionar mercado imobiliário

Amazonas – Apresentando 13 projetos com um total de 1.106 unidades habitacionais, as construtoras Capital, Direcional, Terra Andina, MRV e RD se uniram para beneficiar famílias qualificadas para o programa “Amazonas Meu Lar”, que inclui a faixa “Subsídio Entrada do Meu Lar”. Através dessa parceria, o Governo do Amazonas contribuirá com o valor necessário para o depósito inicial de uma unidade habitacional financiada com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do programa federal, Minha Casa, Minha Vida.

Fausto Santos Júnior, secretário da Sedurb, enfatizou a importância econômica dessa parceria entre o estado e o setor privado, além de sua contribuição para a resolução do déficit habitacional. Ele ressaltou que esse incentivo à construção de novas moradias terá um impacto significativo na economia local, gerando empregos e inserindo 4 bilhões de reais na economia nos próximos anos.

O “Amazonas Meu Lar” é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb) e é implementado por meio da Unidade de Gerência de Projetos Especiais (UGPE), Superintendência de Habitação (Suhab) e Secretaria de Estado de Cidades e Territórios (Secti).

O subsídio ajudará os beneficiários a fazerem o pagamento inicial na compra de um apartamento financiado diretamente pelas construtoras. Para famílias na faixa de renda 1, com rendimento bruto mensal de até R$ 2.640,00, o valor do subsídio é de R$ 35 mil e para a faixa 2, com rendimentos brutos mensais entre R$ 2.640,01 e R$ 4.400,00, o subsídio é de R$ 30 mil.

O vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi), Hélio Alexandre, destacou o poder positivo da iniciativa sobre o mercado imobiliário, uma vez que o pagamento inicial é um fator crucial para dar continuidade ao processo de compra.

A elegibilidade para esse benefício será determinada a partir de uma lista de 162 mil pré-cadastrados no programa, que atualmente está passando por uma fase de análise de dados para a formação de um ranking baseado nos critérios de prioridade definidos para o “Amazonas Meu Lar”.

Os empreendimentos credenciados serão listados no site do programa, permitindo que os selecionados possam escolher seu apartamento antes de se dirigirem à construtora. Após essa etapa, serão encaminhados a um agente financeiro para a realização da análise de crédito necessária.

Em 2023, o governador Wilson Lima lançou o “Amazonas Meu Lar”, o maior programa de habitação da história do estado, com um investimento previsto de R$ 4,7 bilhões para execução nos próximos anos. O programa prevê a criação de 24 mil soluções definitivas de moradia para a população de baixa renda, que inclui a construção de 22 mil novas unidades habitacionais e a regularização de 33 mil imóveis através da emissão de títulos definitivos.

Fonte: https://cm7brasil.com/noticias/politica/parceria-entre-construtoras-e-governo-do-amazonas-deve-impulsionar-mercado-imobiliario/

Outras notícias