Bomba: militar sigiloso leva mulher trans pro motel, dá calote e ainda atira contra ela em Manaus

Manaus – Na manhã desta quinta-feira (13) uma mulher trans, que trabalha como garota de programa, sofreu uma tentativa de homicídio após discutir com um cliente que estava se negando a pagar pela noite de prazer que teve com ela. O caso aconteceu na Avenida Laguna, bairro Lírio do Vale, zona Oeste de Manaus.  De acordo com informações da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), o homem e a profissional do sexo saíram do Motel América em um carro de cor cinza, modelo Corolla Etios Sedan, de placa não identificada. Eles foram até uma loja de conveniência, onde supostamente o rapaz iria sacar dinheiro para pagar a garota de programa, no entanto, uma discussão calorosa começou ainda dentro do veículo.  Em um determinado momento, a mulher acabou puxando a chave do carro e saiu correndo. Neste mesmo instante o homem a perseguiu e disparou pelo menos três vezes contra ela. A vítima caiu no chão e o homem, que seria militar e por isso estava armado, conseguiu recuperar a chave do carro.  Segundo uma testemunha que estava abastecendo o seu veículo no momento do ocorrido, a garota de programa ainda conseguiu levantar mesmo jorrando sangue e o homem, completamente furioso, fez questão de descer do carro e atirou mais algumas vezes contra a vítima. Em seguida o militar fugiu, sem rumo identificado.  A acompanhante foi socorrida pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em estado grave. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil (PC-AM).

Fonte: Portal Cm7

Outras notícias