Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Fumaça encobriu Manaus na segunda-feira. — Foto: Divulgação

AM envia agentes para região metropolitana de Manaus após aumento de queimadas.

Governo do Amazonas envia reforço para combater queimadas e crise ambiental em Manaus

Uma nova onda de fumaça atingiu Manaus no último fim de semana e na segunda-feira, levando o Governo do Amazonas a tomar medidas para combater as queimadas na Região Metropolitana da capital. Cerca de 230 agentes foram enviados para reforçar o combate às chamas, incluindo bombeiros, policiais militares e especialistas ambientais. Essa ação é uma resposta ao aumento alarmante do número de queimadas no estado, que atingiu o maior índice dos últimos 25 anos, de acordo com dados do Inpe.

A crise ambiental no Amazonas é agravada pela seca histórica dos rios, afetando quase todos os municípios do estado e mais de 600 mil pessoas. O grupo de agentes irá concentrar suas ações em oito municípios da região, onde a situação está mais crítica. O Governo do Amazonas também atribui a fumaça que atinge Manaus aos incêndios ocorridos no Pará e no entorno da capital, devido aos efeitos do fenômeno El Niño, que dificultam a dissipação das partículas de fumaça.

No domingo, foram registradas 236 queimadas no estado, segundo o Inpe. Esse foi o maior número em um único dia desde o dia 10 de outubro, quando foram contabilizadas 504 queimadas. Durante esse período, Manaus já sofria com a primeira onda de fumaça. O aumento repentino das queimadas tem impactado a cidade, encobrindo pontos turísticos como o Teatro Amazonas e a Praia da Ponta Negra. A qualidade do ar tem sido classificada como péssima.

A situação continua preocupante, e medidas emergenciais são necessárias para controlar as queimadas e proteger a saúde da população. O combate às queimadas pode evitar danos ambientais irreparáveis e garantir a qualidade de vida dos moradores de Manaus e região. As autoridades devem intensificar os esforços para conter os incêndios e implementar medidas preventivas para evitar futuros episódios de fumaça intensa na cidade. É urgente a adoção de políticas de preservação ambiental e conscientização da população sobre os impactos negativos das queimadas.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/31/apos-nova-onda-de-fumaca-am-envia-agentes-para-regiao-metropolitana-de-manaus-para-reforcar-combate-a-queimadas.ghtml

Outras notícias